quinta-feira, 19 de março de 2009

Pai !



Pai...

Um companheiro fiel
Um ser especial
Fonte de sabedoria, esperança, amor
Cresci, aprendi tudo o que sei e sou
Ensinaste-me fazendo... realizando...
Dando exemplos….

Sentir a tua falta é inexplicável

Pai...
Sinto a falta do teu terno olhar
Da carícia das tuas mãos
Do teu abraço envolvente
Da tua voz
Da tua paciência
Do teu humor
Da tua protecção…

Pai...
Daria tudo para poder contemplar o teu olhar
Segurar as tuas mãos
Sentir o teu abraço
Ouvir a tua voz

Pai...
Amo-te!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Sem Nome !




Faço do teu nome
Um caminho de curvas desertas,
Estradas incertas
Rastos e portas abertas
Como uma paixão que desperta
Numa solidão que aperta
Não existe trajectória certa,
Ou linha recta
Mas uma aventura encoberta
E uma vontade descoberta.

Faço de ti vontade que reveste
E a tua lembrança que veste
Uma esperança forte
Como se, e tão somente se, com sorte
Eu pudesse tê-la em meu norte
Faço de nós um rascunho
Que escapa ao punho
Linhas fogazes
Desejos vorazes

Uma trajectória que passa por mim
E que termina aqui
Numa história sem fim…