domingo, 31 de agosto de 2008

Papel Principal !

Imagem provavelmente protegida com direitos de autor.


"A noite acabou o jogo acabou
Para mim aqui
Quando acordar já te esqueci
O filme acabou
O drama acabou acabou-se a dor
Tu sempre foste um mau actor
Fizeste de herói no papel principal
Mas representaste e mentiste tão mal ...

Quem perdeu foste tu só tu
E nunca eu afinal hoje o papel principal é
Meu e só meu
Quem perdeu foste tu só tu
E nunca eu
Afinal hoje o papel principal é meu" ...


(Adeleide Ferreira)

domingo, 24 de agosto de 2008

Sorri !

Imagem provalvelmente protegida com direitos de autor.


Nas horas de silêncio
Da ausência e do tempo
Com pérfidas mágoas de dor
Que falam do alto solitário
Com um som lânguido
Que nos assusta sem motivo...

Não te esqueças...

“Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz”

Charles Chaplin

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Metade

Imagem protegida com direitos de autor.

Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca.

E que a minha loucura seja perdoada.
Porque metade de mim é amor e a outra metade... também."

E se amor é loucura; que a minha loucura seja perdoada.
Porque metade de mim é amor e a outra metade... também.

Porque metade de mim é o que eu penso... e a outra metade é vulcão...

Oswaldo Montenegro

sábado, 16 de agosto de 2008

Ausência !

Imagem possivelmente protegida com direitos de autor.


Esta ausência que me toca a alma,
E que penetra como uma lança aguda,
Tira-me o sono, a paciência, a calma!
Angustia-me tanto, tanto assim!
Quero com um grito, sufocá-la,
O seu gemido nunca mais ouvir
Poder dormir e depois sonhar,
E neste sonho quero sentir-te.
Quero esmagar, toda a solidão,
Procurar-te encontrar-te, então,
Não te deixar partir!
Que este instante seja eterno,
Para terminar com todos os meus infernos,
Quero abraçar-te...
Beijar-te...
Amar-te...
E dormir!

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Desejo... Exaltação !

Imagem possivelmente protegida com direitos de autor.


(desejo)
Aninha-me em teus braços
Acaricia-me entre sussurros doces
Perde-te na minha boca sedenta
Bebe lentamente os beijos ardentes
Entrelaça as minhas nas tuas mãos
Corpos que se fundem com desvelos
Consumidos pelo prazer
Encontra-te nos meus desejos insanos
Puritanos…


(exaltação)
Ocultamos palavras que não falamos
A noite pára no silêncio
Ouve-se o solfejar dos amantes
Em melodias acariciadas pelo tempo
Onde jorram fontes ardentes
Que queimam a nossa inquietude
E no aprazamento do momento
Caem os nossos corpos exaustos
E inalamos os aromas da nossa paixão
Nos lençóis desfeitos…

sábado, 9 de agosto de 2008

Meio homem... Meio lobo !

Imagem de Kenedy P. Araujo

Vem rastejar em noite de lua cheia
Implora porquês que não te respondo
Decretas a minha sina
Numa vida de penhora


Sangra no teu mundo
Afoga-te em tudo o que não queres ter
Vou fazer-te só, o que não queres ver
E vais gostar, quero-te assim força bruta

Sacrifica o teu ar, que te faz bem
Sufoca entre o corpo por ti traçado
Tortura os teus olhos dissimulados de sangue
Afoga-te em águas e cores da lua

E quando o luar te roer a alma
O sol nascer e te comer a pele
Quando fores ave amarrada
Vais voar no meu céu negro

Com bramidos que ensurdecem
Debando-me de tudo o que é teu
Que não nego e assim entrego
O meu corpo sem demora

E vais amar-me
Meio homem… meio lobo!