domingo, 27 de abril de 2008

Fantasmas!

Imagem possivelmente protegida com direitos de autor.

Vives os fantasmas de uma paixão
Paixão que se desvanece
Por entre os dedos das tuas mãos
Livros que não lês

Desenhas castelos ao vento
Sonhas com um horizonte que não é teu
Com o brilho das estrelas escondidas
Adormeces em devaneios conexos

Enforcas-te em sonhos
Lânguida de prazeres insanos
Por um amor que eu tenho
E tu não...!

Ai Camões... Camões

"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que doí e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer"

Esses desatinos sem nexo
São feridas de amor,
Ou falta de sexo?

2 comentários:

O Profeta disse...

Porque sonhas com o outro lado
Enches o vazio da eterna espera
Amas quem não podes ter
Pintas de realidade a quimera


A liberdade do pensamento vive entre dois mundos…


Convido-te a conhece-la…


Boa semana


Mágico beijo

Raphaël Leite disse...

O sexo é algo importante no amor, mas não é tudo, mas se não o tivermos em nada podemos ter certos prazeres de nos agarrar a nossa cara metade, fazer sexo com alguém desconhecido não é amar, mas sim paixão por algo momentaneo, por algo passageiro, que temos no momento e depois se torna banalidade, se o fizermos sem amor, de nada serve, apenas pelo prazer, pela fome de o fazer, pelo ardeúme que está dentro de nós, porque todos nós temos a vontade de o fazer de qualquer forma, mas com o nosso amor se torna algo que perdura...